Por que sua empresa deve investir em Segurança Patrimonial?

Redução Inteligente de Despesas
Redução Inteligente de Despesas
24 de julho de 2018
Como gerenciar custos de Segurança Patrimonial?
Como gerenciar custos de Segurança Patrimonial?
7 de agosto de 2018
Por que sua empresa deve investir em Segurança Patrimonial?

Sempre nos preocupamos com as muitas decisões, estratégias e riscos quando temos um negócio, incluindo os investimentos necessários, a necessidade de ambientes saudáveis de trabalho e a motivação das equipes. Porém, como cuidar de tudo que diariamente leva o negócio adiante? Esta é uma questão onde muitos empreendedores demoram a atuar, ainda absorvidos por tantas responsabilidades comerciais e administrativas. E pode custar caro em poucos minutos.

 

A Segurança Patrimonial é um requisito obrigatório não só para preservar os bens da empresa – e que vão além do patrimônio físico – mas também a integridade física e psicológica de todos que contribuem para o sucesso do negócio. Um ambiente seguro também é motivador.

 

E é um mercado que cresce exponencialmente, diversificando soluções e impactando nos custos. Vamos falar um pouco sobre porque sua empresa deve investir em Segurança Patrimonial e assim construir o sucesso com mais tranquilidade.

 

A Segurança Patrimonial vai muito além dos equipamentos da empresa

 

O patrimônio de uma empresa não se compõe apenas de seus equipamentos, mobiliário, veículos e estoques. Certamente ainda são os maiores alvos dos crimes, mas temos dois valores que merecem uma atenção especial.

 

Patrimônio Intelectual

 

Aqui falamos de projetos, patentes, resultados e informações estratégicas, acessos a sites e sistemas. Em tempos onde tudo era documentado em papel, geralmente era mais difícil roubá-los. Hoje em dia, com a informação digital e a disponibilidade nos sistemas para o fluxo de informações online, em especial as confidenciais, é necessário investir em segurança da Informação para evitar ao máximo os ataques cibernéticos e problemas com controles internos de acesso.

 

Precisamos de toda esta mobilidade e agilidade da informação para fechar negócios em minutos, porém o cuidado com o armazenamento e o trânsito eletrônico deve ser redobrado. Os prejuízos de crimes neste item podem ser incalculáveis.

 

Patrimônio Humano

 

Infelizmente, vivemos tempos muito difíceis quanto à segurança nas cidades e os colaboradores precisam ser protegidos para impedir grandes riscos dentro da empresa no caso de assaltos e invasões.

 

Podemos dizer que o nível de vulnerabilidade física de uma empresa é um item que pode influenciar na motivação dos funcionários e até mesmo nas contratações. O investimento em segurança também focado no capital humano transmite uma boa imagem da empresa no mercado.

 

A Segurança Patrimonial é despesa e investimento

 

Os gastos com Segurança Patrimonial são uma despesa da empresa que pode ser considerada de valor elevado quando comparada com o uso efetivo – por exemplo, uma tentativa de assalto onde o aparato de segurança atua impedindo.

 

Porém, muitas vezes a presença deste aparato inibe futuros planos, tanto externos (assaltos) quanto internos (funcionários).

 

Se analisarmos, nesses tempos inseguros no mundo físico e no mundo digital, o grau de importância desta despesa para manter qualidade e segurança do trabalho e da informação, podemos considerar que a Segurança Patrimonial também é um investimento para o seu negócio, tal como a escolha do ponto e dos equipamentos.

 

O Seguro é um importante aliado na Segurança Patrimonial

 

Seguro é algo que nunca queremos pagar para ter, mas sempre queremos ter quando precisamos.

 

Às vezes, os empresários, em especial os pequenos e médios, não dão o devido foco a este item e sabemos o quanto pode custar a falta de cobertura – ou a cobertura inadequada – do patrimônio físico.

 

Se não atua como um item preventivo, que é a natureza da Segurança Patrimonial, os seguros são importantes na reposição financeira de perdas e devemos considerá-los na estratégia de segurança, principalmente para o caso dos sinistros em que as seguradoras avaliarão as ocorrências para decidir se o ressarcimento é devido.

 

A Segurança Patrimonial também é fundamental no Home Office

 

Normalmente relacionamos muito a Segurança Patrimonial a equipes de vigilantes, veículos e equipamentos nas empresas, porém quando nossa atividade é em home office o cuidado também existe.

 

A grande vantagem, neste caso, é usufruir da segurança física que já usamos para a residência. Por outro lado, é importante investir em alguns itens relacionados à atividade da empresa: um seguro residencial que inclua os equipamentos de trabalho, um antivírus de qualidade com serviço de antifurto e um backup externo – nuvem – para garantir o acesso aos dados.

 

E por que devemos investir em Segurança Patrimonial?

 

Alguns motivos devem ser considerados para a decisão de investir em Segurança Patrimonial e em qual nível de complexidade.

 

O prejuízo financeiro pode ser maior que o investimento em Segurança

 

Em um roubo, físico ou virtual, podemos perder meses e até anos de investimentos em equipamentos, veículos e principalmente em dados, que podem ser muito úteis nas mãos da concorrência ou numa tentativa de extorsão, como acontece com os ataques de ransomware (sequestro de dados com resgate).

 

O prejuízo do investimento, da produção e das vendas

 

Roubos podem impactar diretamente na atividade principal da empresa, prejudicando as vendas e o faturamento. Mesmo quando falamos de uma empresa prestadora de serviços, o roubo de um notebook pode paralisar os atendimentos.

 

Também pode prejudicar os investimentos programados, devido ao impacto financeiro imediato que ocorrer.

 

Segurança e motivação dos colaboradores

 

Trabalhar em um ambiente onde todos – equipamentos, dados e pessoas – estão protegidos é algo que tranquiliza os colaboradores – especialmente nos difíceis dias atuais – e aumenta a motivação, pelo risco menor.

 

Adicionalmente, é benéfico para a imagem da empresa no mercado.

 

Deficiência na Segurança Pública

 

Infelizmente é uma realidade na maioria das cidades brasileiras e o cenário deve demorar para mudar se pensarmos que precisamos de muito investimento nas políticas de segurança. A Segurança Patrimonial deve ser uma estratégia perene nas empresas e com importância ainda maior diante do contexto atual.

 

Concorrência maior e mais forte no setor

 

Por todo o quadro que vivemos na segurança pública, o setor de Segurança Patrimonial cresceu muito, com mais empresas oferecendo diversos recursos e funcionalidades.

 

Com a economia desaquecida há algum tempo – e perspectivas de melhoria somente a longo prazo – a base de clientes não cresce, o que faz as empresas apostarem em novos recursos, melhorias de seus processos e custos para melhorar preços e ganhar mercado.

 

É um bom momento para buscar uma solução de qualidade a um preço atraente. E também aqui cabe uma regra de ouro da gestão de custos: sempre pesquisar fornecedores e buscar atualização, capacitação e um bom preço.

 

segurança patrimonial

 

É interessante investir em Segurança Patrimonial própria?

 

Criar uma estrutura própria de Segurança pode ser uma boa estratégia para o controle de custos, porém embute uma complexidade grande e que pode não ser compensadora no dia a dia.

 

A empresa não possui o know-how específico para selecionar e treinar pessoal, compra de equipamentos, uso de técnicas de instalação, mapeamento de problemas nos mesmos níveis das empresas especializadas.

 

Ter uma estrutura dedicada pode até mesmo ficar mais cara do que uma empresa focada em oferecer qualidade com preço. Ou não ter a qualidade necessária num item tão crítico.

 

Neste artigo, podemos ver a importância de investir em Segurança Patrimonial para preservar os patrimônios financeiro, humano e intelectual na sua empresa.

 

A Expense Reduction Analysts – ERA, uma consultoria mundial especializada em Gestão de Custos, possui uma Metodologia de eficiência reconhecida e Profissionais qualificados e com experiência no assunto.

 

Quer conhecer mais?

 

Marque uma reunião sem compromisso com um especialista e promova uma transformação em sua empresa.

Fernando Macedo
Fernando Macedo
Engenheiro Metalurgista pela FAAP – Fundação Armando Alvares Penteado, com especialização em Marketing pela ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing, e MBA Executivo Internacional pela FIA – Fundação Instituto de Administração